Belviq: Cloridrato de Lorcaserina – Emagrece Mesmo?

Aline Dias Machado Guimarães  Farmacêutica

TODOS que lutam contra a perda de peso anseiam por uma cura milagrosa, mas ela sempre parece tão fora de alcance.

No entanto, alguns especialistas acreditam que uma nova droga, Locarserina (BELVIQ é uma marca dessa substância), está prestes a mudar isso.

A Locarserina está liderando o caminho das pílulas de perda de peso médicas aprovadas nos Estados Unidos.

Essa substância se tornou muito popular pelo seu nome comercial: Belviq.

Mas e aí? Será que essa droga realmente funciona? O que ela faz exatamente? Como foi a chegada dela aqui no Brasil?

Será que os dados são suficientes para mudar a opinião dos médicos em relação a prescrever a droga para perda de peso?

Selecionamos uma coletânea de perguntas que as pessoas costumam fazer sobre o Belviq e procuramos responder essas dúvidas nesse artigo de forma direta e didática.

Continue lendo este artigo e vamos aprender tudo agora!!

O que é Belviq?

O Belviq é um medicamento sintético caracterizado pela sua ação de aumentar a saciedade.

Para que serve?

O Belviq serve para aumentar a saciedade do paciente, induzindo o mesmo a consumir menos alimentos por impulso, diminuindo o seu consumo calórico.

Como usar?

O Belviq deve ser tomado em duas doses diárias, sendo cada dose correspondente a 1 comprimido de 10mg.

Para quem é indicado?

  • Ele é indicado para pacientes obesos, com sobrepeso e com índice de massa corpórea (IMC) maior que 30,
  • Pacientes que apresentem hipertensão devido ao sobrepeso,
  • Pacientes que adquiriram diabetes Mellitus tipo 2 devido a obesidade, ou que já tinham diabetes antes e falharam nas outras tentativas de tratamento,
  • Colesterol elevado,
  • Pacientes que se alimentam compulsivamente.

Quais os benefícios de Belviq?

O Belviq tem diversos benefícios para a saúde. Aumenta o nível de saciedade, ou seja, diminui a quantidade de comida ingerida, e aumenta a temperatura corporal, aumentando a queima calórica, causando uma maior perda de peso.

Qual a posologia?

O Belviq, também conhecido como Cloridrato de Lorcasserina, é encontrado na dosagem de 10mg e deve ser tomado em duas doses diárias, ou seja, tomar 1 comprimido de 10mg duas vezes ao dia.

Belviq emagrece?

O Belviq emagrece sim. Principalmente se associado a dieta e exercícios físicos, porém o medicamento sozinho ajuda muito quem quer perder peso por agir aumentando a saciedade e aumentando o gasto calórico.

Quantos quilos é possível perder?

Com o Belviq é possível perder até 5% do peso inicial do tratamento em 12 semanas de uso diário, mantendo a dose de 2 comprimidos ao dia.

Belviq é recomendado para pacientes que passaram por cirurgia bariátrica?

O Belviq pode ser usado por pacientes bariátricos visto que reduz a compulsão alimentar e aumenta a saciedade, diminuindo a ingestão de comida, porém o médico deve ser consultado.

Qual ritmo do emagrecimento com Belviq?

Com o Belviq é possível perder peso rapidamente já que ele diminui a compulsão alimentar e aumenta a saciedade, também aumenta a queima calórica. É possível perder 5% do peso corporal em 3 meses.

Ele elimina o efeito sanfona?

O Belviq auxilia no processo de emagrecimento devido ao fato dele aumentar a saciedade e aumentar o metabolismo, quando o tratamento acabar, se o paciente voltar a comer como comia antes, voltará a engordar. É necessária fazer uma reeducação alimentar.

Como é ação da substância?

O Belviq atua no sistema nervoso central como um agonista dos receptores da serotonina. A serotonina é o hormônio responsável pela sensação de saciedade do organismo, diminuindo a vontade de comer e reduzindo a compulsão por comida.

Qual o mecanismo de ação?

O mecanismo de ação do Belviq é através do estímulo do sistema nervoso central, de um receptor chamado 5-HT2c, que é um dos receptores da serotonina. A serotonina é a responsável pela sensação de saciedade e diminuição da compulsão por alimentos.

Qual a precaução em combinar com outros remédios (Interação medicamentosa)?

O Belviq não apresentou interações significativas com outros medicamentos, porém não deve ser consumido por quem já toma medicamentos serotoninérgicos, que agem nos receptores da serotonina no cérebro pois pode causar sobrecarga no organismo.

Há efeitos colaterais?

Sim. Alguns pacientes relataram dores de cabeça, náuseas, boca seca, falta de energia, desânimo, vertigem e constipação.

Há contraindicação?

Sim. O Belviq é contraindicado para pacientes que estejam gestantes. Para pacientes que estejam amamentando e para pacientes menores de 18 anos.

Quais informações importantes sobre segurança?

O Belviq reage com a sobrecarga de serotonina, então quem já consome medicamentos que aumentem a serotonina, como medicamentos para enxaqueca e depressão, não podem usar esse medicamento.

Há reações adversas?

Sim. Alguns pacientes relataram inflamações no nariz e faringe. Dores de cabeça. Náuseas. Inflamação na região do sinus (sinusite). Depressão. Ansiedade.

Quais os cuidados de uso?

O uso do Belviq deve ser apenas para pessoas com índice de massa corpórea (IMC) acima de 30, e nas doses recomendadas de 10mg duas vezes ao dia.

Quais as precauções?

O Belviq não deve ser utilizado por pacientes com histórico de doenças cardíacas, problemas de cumo cerebral como perda de memória ou déficit de atenção. Pacientes com doenças psiquiátricas e alterações cardíacas.

Belviq – existe bula?

O Belviq não possui uma bula oficial devido ao fato dele ainda não estar disponível nas prateleiras das drogarias, apesar de ter sido aprovado pela ANVISA em 2016.

Belviq é regulamentado pela ANVISA?

Sim, é regulamentado pela ANVISA conforme a resolução RE 3.385/16 de 2016 e publicação no diário oficial da união.

Qual o preço do Belviq?

O Belviq ainda não se encontra disponível em drogarias, porém seu componente Cloridrato de Lorcasserina é vendido em farmácias de manipulação a R$ 108,90 com 60 cápsulas.

Onde comprar Belviq?

O Belviq poderá ser encontrado em drogarias. O Cloridrato de Lorcasserina em farmácias de manipulação.

Precisa de receita para comprar?

Sim. O Belviq quando chegar as drogarias só podera ser vendido com prescrição médica.

Há reclamações no site Reclame Aqui?

Não há reclamações no site Reclame Aqui sobre o medicamento Belviq provavelmente devido ao fato dele ainda não estar sendo comercializado.

Belviq x Qsymia – Qual o melhor?

Ambos os medicamentos são bons para emagrecer, a escolha nesse caso deve ser baseada em qual você consegue encontrar com maior facilidade. Nos estudos realizados, a perda de peso de peso com o Qsymia foi maior, e com o Belviq foi mais rápida.

Belviq no Brasil (é regulamentado? é proibido?)

O Belviq foi aprovado pela Anvisa, é considerado regulamentado, porém ainda não se encontra nas prateleiras das drogarias. A sua substância, cloridrato de lorcasserina já está sendo comercializado nas farmácias de manipulação.

Belviq antes e depois (Há estudos que comprovam resultados?)

Sim. O Belviq antes de ser aprovado pelo FDA (Food and Drug Administration) passou por diversos estudos para comprovar a sua eficácia no emagrecimento, tanto que se comprovou que ele faz o paciente perder 5% do peso inicial do tratamento.

Resultados (quais são os resultados mais comuns?)

Os resultados mais comuns do Belviq são a perda de peso e redução de gordura corporal. Ao se usar o Belviq o paciente perde 5% do seu peso do início do tratamento no decorrer de 12 semanas.

Dicas:

É de extrema importância que qualquer pessoa que vá ingerir este medicamento tenha auxílio médico, em todas as hipóteses.

Conteúdo complementar:

“Usando a Lorcaserina – Belviq (vídeo 1)”

“Usando a Lorcaserina – Belviq (vídeo 2)”

“Usando a Lorcaserina – Belviq (vídeo 3)”

“Usando a Lorcaserina – Belviq (vídeo 4)”

“Parei de tomar a LORCASERINA por uma semana (vídeo 5)”

“Usando a Lorcaserina – Belviq (vídeo 6 – FINAL)”

 

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.