Olá, tudo bem? Espero que você esteja gostando desse tipo de artigo, que aborda sobre os aspectos de emagrecimento (ou não) de determinada planta medicinal. Hoje irei falar um pouquinho mais sobre a Carqueja, você conhece? Será que ela emagrece? Quais são seus benefícios? Ela é tóxica? Tem receita? Tudo isso e muito mais você só saberá caso me acompanhe neste artigo. De antemão posso deixar aqui que ela é uma excelente protetora do fígado e auxilia na digestão. Eu sei que você está curiosa (o), então vem comigo!

Carqueja

A Carqueja (Baccharis spp.), mais conhecida como “Vassourinha” ou Carqueja-Amargosa, é uma planta medicinal da família Asteraceae que possui mais de 500 espécies conhecidas, entre elas as Baccharis trimera (Less.) e Baccharis articulata (Lam.). Ela é muito encontrada na América do Sul, principalmente em países como Brasil (região Sul, onde há mais de 120 espécies), Argentina, Chile, Bolívia, Paraguai e Colômbia. Na América Central, ela é encontrada no México. Possui pequenas flores amareladas ou brancas e, no Brasil, é uma das dez plantas medicinais mais comercializadas, sendo usada para muitos tratamentos, aos quais descreveremos mais abaixo.

Ela possui em sua composição flavonóides (apigenina, cirsiliol, cirsimantina, hispidulina, eriodictol, eupatrina e genkawaniana), diterpenos (monoterpenos, sesquiterpenos, diterpenos e triterpenos), taninos, óleo essencial e saponinas. Há outros compostos químicos como ligninas, alfa e beta pinenos, canfeno, carquejol, acetato de carquejila, ledol, calameno, elemol, eudesmol, palustrol, nerolidol, hispidulina, campferol, quercetina e esqualeno. Além disso, ela apresenta minerais (potássio, cálcio, cobre, ferro, manganês, magnésio, zinco e sódio) e vitaminas.

Não foram achados materiais científicos que trouxessem à luz os valores nutricionais da Carqueja, somente seus aspectos farmacológicos e químicos, como por exemplo nos artigos de PEDRO e colaboradores (2016), FERREIRA (2012) e KARAM e colaboradores (2013), que corroboram com o que escrevi acima.

Benefícios

  • Auxilia na regulação da pressão arterial, pois possui altas doses de potássio em sua composição;
  • Reduz a absorção de carboidratos consumidos na dieta, sendo excelente para diabéticos;
  • A Carqueja possui propriedades que auxiliam na proteção do estômago e prevenir úlceras, pois há substâncias em seu extrato que são capazes de reduzir a secreção gástrica, promovendo um efeito analgésico;
  • Protege o fígado, pois em sua composição há flavonóides (hispidulina) que possuem função hepatoprotetora e ação antioxidante;
  • Auxilia no processo de emagrecimento, pois aumenta a termogênese, gasto energético e metabolismo do corpo. Isso também contribui para uma boa digestão;
  • Tem efeito diurético devido à ação dos flavonóides;
  • Contribui para o controle do colesterol, pois contém um grande potencial de antioxidantes e saponinas, fazendo com que haja um efeito anti-inflamatório que auxilia na diminuição do colesterol e contribui para a saúde cardiovascular;
  • Fortalece a imunidade, pois é rico em flavonóides, saponinas e óleos essenciais que mantêm o bom funcionamento do organismo (homeostase);
  • Desintoxica o organismo, por conter uma grande quantidade de antioxidantes em sua composição;
  • Auxilia na amenização de dores como as de cabeça, barriga e cólicas, pois há substâncias anti-inflamatórias em sua composição.

Emagrece?

Como vimos no tópico de benefícios, a Carqueja possui uma grande ação antioxidante e anti-inflamatória, que auxilia no processo de emagrecimento. Em sua forma de chá e sem adição de açúcares, melhor ainda! Caso você tome seu chá antes das refeições, há um efeito de inibição do apetite e de redução dos carboidratos ingeridos. A Carqueja auxilia na queima de gorduras, pois possui efeito termogênico e diurético, aumentando assim o metabolismo do corpo e diminuindo os inchaços causados pela retenção de líquidos. Além disso, ela possui propriedades que ajudam em casos de prisão de ventre, melhora da circulação sanguínea, má digestão e desintoxicação do fígado, tornando o processo de emagrecimento mais eficiente. Por falar nisso, de nada adianta você tomar chá de Carqueja se não mudar seu estilo de vida. Exercícios físicos e uma reeducação são mais do que bem-vindos na perda de peso!

Contraindicação

A Carqueja é contraindicada em casos de gravidez, pois há uma estimulação do músculo uterino pelo extrato da mesma. Seu efeito abortivo foi visualizado em estudos. Lactantes e indivíduos que fazem tratamentos com medicamentos inibidores da síntese de proteínas não podem consumi-la. Hipertensos que fazem uso de medicamentos anti-hipertensivos devem evitar a Carqueja (a interação medicamentosa com o chá pode potencializar o efeito da mesma), bem como pessoas que possuem hipotensão. 

Efeitos colaterais

Mesmo sendo uma planta medicinal, você precisa ter cuidado ao consumir a Carqueja, pois, caso for ingerida de modo exacerbado, pode se tornar tóxica para o organismo. Efeitos:

  • Diminuição da imunidade (efeito rebote);
  • Hipotensão arterial (queda da pressão);
  • Inquietação;
  • Ansiedade;
  • Dores de cabeça (efeito rebote);
  • Diarréia;
  • Flatulência.

Receita

Agora que você sabe que a Carqueja auxilia no processo de emagrecimento, tenho certeza de que querem a receita, né? Segue abaixo:

Chá de Carqueja

Ingredientes:

  • 2 colheres de sopa de folhas picadas de Carqueja;
  • 500 mL de água.

Modo de preparo:

  • Coloque todos os ingredientes em uma leiteira e deixar ferver por aproximadamente cinco minutos;
  • Depois deste período, cubra a leiteira e espere amornar;
  • Coe o conteúdo e beba em seguida.

Você pode tomá-lo até três vezes por dia, uma xícara antes das principais refeições.

Conclusão

A Carqueja é uma planta muito encontrada em nosso país, principalmente na região Sul. Ela possui propriedades antioxidantes, anti-inflamatórias, diuréticas e protetoras que auxiliam no processo de emagrecimento e na preservação do corpo. Por seu grande potencial termogênico, de redução da absorção de carboidratos, boa digestão e de diminuição da retenção de líquido, a Carqueja é uma ótima aliada das dietas, principalmente se houver uma reeducação alimentar e prática de exercícios físicos. Espero que você tenha gostado deste artigo. Até o próximo!

Fontes

  1. https://www.scielo.br/pdf/rbpm/v18n1s1/1516-0572-rbpm-18-1-s1-0297.pdf
  2. Horto didático de plantas medicinais do HU/CCS
  3. Broom (Baccharis trimera): therapeutic use and biosynthesis
  4. https://www.repositorio.ufop.br/bitstream/123456789/3424/1/DISSERTA%C3%87%C3%83O_Avalia%C3%A7%C3%A3oEfeitosExtrato.pdf
  5. Desenvolvimento de forma farmacêutica sólida à base de Baccharis trimera (Less.) DC. para o tratamento da artrite reumatóide
  6. Baccharis trimera (Less.) DC. (Asteraceae): estudo comparativo dos óleos voláteis, atividade biológica e crescimento de estac