Mais um artigo ao qual vou responder algumas perguntas! Dessa vez é sobre a Cavalinha. Você sabe o que ela é e para o que serve? Tenho certeza de que você já ouviu falar dessa planta medicinal maravilhosa (olha o spoiler!). Quer saber se ela emagrece, quais são seus benefícios e se possui alguma toxicidade? Então é só me acompanhar por este artigo. O que eu posso dizer de antemão é que, segundo ALVES (2018), ela é utilizada no tratamento contra a obesidade. Espero que você goste, pois vou colocar bastante informações com embasamento científico e matar algumas das maiores curiosidades sobre a Cavalinha. Ah, e se você é fã de receitinhas, não deixe de ler! Disponibilizarei algumas pelo artigo Vamos lá?

Cavalinha

A Cavalinha, de nome científico Equisetum sp., é uma planta herbácea da família Equisetaceae que tem grande potencial no tratamento de inflamações no trato urinário, sendo muito utilizada como diurético. Ela é composta por sais minerais (potássio, magnésio, sódio, ferro, cobalto, selênio, cálcio e silício), vitaminas (A, do complexo B, C, E), flavonóides, saponinas, ácido silicíco, taninos, ácidos orgânicos, sais minerais e alcalóides que auxiliam no já citado processo diurético e também no de emagrecimento. Essa planta também é conhecida como equiseto, rabo de cavalo, erva canudo, entre outros. Abaixo, apresento uma tabela com as principais informações nutricionais de Cavalinha.

CavalinhaUnidade100 g
Valor EnergéticoKcal4
Proteínag0.9
Gordura Saturadag0
Carboidratos (por diferença)g1.10
Fibrasg0

Benefícios

            Agora que você já conheceu um pouquinho sobre a Cavalinha, quero apresentar seus benefícios:

  • Por causa dos seus compostos, diminui a retenção de líquidos, o que auxilia no emagrecimento e tratamento de doenças do trato urinário;
  • Auxilia na eliminação de toxinas do organismo;
  • Auxilia no tratamento de inflamações e infecções do trato urinário;
  • Ajuda na queima de gordura localizada e perda de peso;
  • Melhora a qualidade da circulação sanguínea;
  • Auxilia no tratamento de inflamação da próstata;
  • Por seu efeito diurético, pode ser utilizada no tratamento e hidratação da pele, unhas, ossos, cabelo e cicatrização de feridas, como as da acne por exemplo;
  • É potente no tratamento de osteoporose, pois auxilia no reparo ósseo;
  • Auxilia no tratamento da ansiedade e do estresse.

            Segundo ALVES (2018), seus principais constituintes para tratamentos diuréticos e, por consequência, de emagrecimento é a presença dos já citados minerais (principalmente a sílica) e dos flavonóides – compostos que possuem ação antioxidante e anti-inflamatória. Eles podem ser utilizados em forma de chás medicinais, decocção (banhos e compressas), tinturas, cápsulas, comprimidos e seu uso recomendado é de duas a quatro semanas se o mesmo for interno, portanto, não exagere! Seu uso tópico pode ser realizado pelo tempo que se fizer necessário, sem exageros e com cuidado.

Emagrece?

            Quando falamos de emagrecimento, temos um grande aliado: o chá de Cavalinha. Por ter uma grande ação diurética que auxilia a aceleração do metabolismo, ela elimina as toxinas do nosso corpo e combate o inchaço, o que torna a perda de peso muito evidente. Além disso, ele auxilia na prevenção e a reduzir as tão temidas celulites, que surgem com o efeito sanfona. Quem corrobora com o que eu disse é CAVALCANTI e DE JESUS (2016), onde aponta que as plantas medicinais – como a Cavalinha -, vêm para agregar ao tratamento da perda de peso e que precisam ser consumidas de forma consciente para que isso aconteça. Não esquecendo de que nenhuma planta medicinal é milagrosa. É preciso uma reeducação alimentar e a realização de exercícios físicos para que você possa emagrecer de forma saudável.

Contraindicações

            Segundo ALVES (2018), a Cavalinha é contraindicada para pessoas que possuem quadros de Insuficiência Crônica, pois seu efeito diurético pode provocar hipocalemia (diminuição do cálcio no sangue). Além disso, não é indicado para indivíduos que possuem edemas causados por insuficiência cardíaca e renal, que fazem uso de medicamentos cardiotônicos ou hipotensores. Pessoas que possuem gastrites e úlcera gastroduodenal não podem fazer o seu uso, devido aos taninos e sais silícicos que podem irritar a mucosa gástrica. A longo prazo, seu uso é desaconselhado, pois possui uma enzima chamada tiaminase, que degrada a tiamina (vitamina B1).

Efeitos colaterais

            Caso a Cavalinha for ingerida de modo indiscriminado, pode levar a sérios quadros de toxicidade, trazendo efeitos hematológicos e químicos ao corpo por causa de um componente alcalóide chamado equisetina. Pode haver a perda de minerais importantes para manter o corpo funcionando direitinho, sendo capaz de provocar diarréias, dores, de cabeça, desidratação, perda de peso (devido à diarréia e perda de metabólitos, o que é ruim), alterações da frequência cardíaca e fraqueza muscular. Portanto, é de suma importância que você consuma essa planta medicinal de maneira consciente.

Receitas

            Se você quer emagrecer de forma saudável e de brinde ainda conservar o corpo hidratado e livre das temidas celulites, esse chá é para você! Lembre-se: nada de exageros, hein?! Você já sabe todos os efeitos colaterais e contraindicações da Cavalinha, comprometa-se a não se empolgar e tomar mais do que o necessário!

            Ingredientes

  • Uma colher de sopa de Cavalinha desidratada;
  • 160 mL de água;
  • Cascas de gengibre.

            Modo de preparo:

  • Ferva a água com as lascas de gengibre;
  • Apague o fogo e coloque a Cavalinha;
  • Deixe descansar por 10 minutos;
  • Coe e sirva.

            Esse chá precisa se tomado em até 12 horas. Eu aconselho a tomar quando esfriar um pouco e #PartiuFazerExercícios para estimular ainda mais o metabolismo e secar as gordurinhas que tanto te incomodam. O ideal é tomar duas xícaras de chá de Cavalinha durante o dia, uma de manhã e outra à tarde. Nada de tomar à noite, hein?! A Cavalinha acelera o metabolismo e, com isso, você pode não conseguir dormir bem.

            Você pode potencializar o chá de Cavalinha com chá verde, mas cuidado, ele é contraindicado em caso de gravidez, hein?!

            Ingredientes:

  • ½ colher de de Cavalinha desidratada;
  • ½ colher de de Chá Verde desidratada;
  • 200 mL de água.

            Modo de preparo:

  • Ferva a água;
  • Desligue o fogo e acrescente as folhas de Cavalinha e Chá Verde;
  • Deixe infusionar por cinco minutos;
  • Coe e sirva.

            Não se esqueça de tomar bastante água durante o dia, principalmente quando você estiver tomando o chá de Cavalinha. Isso é muito importante!

Conclusão

            A Cavalinha é uma planta medicinal que há muito tempo é utilizada no tratamento de doenças do trato urinário. Ela é uma grande aliada do emagrecimento, pois auxilia na diminuição da retenção de líquidos e inchaços, bem como ansiedade e estresse (adeus cortisol, olá aceleração do metabolismo). Em conjunto com uma dieta saudável e a prática de exercícios físicos, a Cavalinha pode auxiliar e muito no processo de emagrecimento. Cuidado só com as quantidades, pois ela pode ser tóxica! Espero que você tenha gostado. Até o próximo artigo!

Fontes

  1. https://bdm.unb.br/bitstream/10483/21234/1/2018_CristianoAlbertoDeLimaAlves_tcc.pdf
  2. https://evolcare.com.br/doc/Farmacia_Verde.pdf
  3. http://www.faema.edu.br/revistas/index.php/Revista-FAEMA/article/view/rcf.v9iedesp.621
  4. http://www.faculdadealfredonasser.edu.br/files/Pesquisar_5/21-11-2016-21.52.04.pdf
  5. https://orgprints.org/24513/1/Bertalot_M%C3%A9todos.pdf