chá de salsa

Chá de salsa – benefícios e efeitos colaterais

Salsa fresca em um cesto rustico de madeira.
Imagem de makunin por Pixabay

Se você acha que a salsa era mais um temperinho comum em sua cozinha, se engana. Você sabia que pode fazer um chá de salsa para auxiliar na sua saúde, pois ela tem propriedades incríveis para manter o corpo funcionando normalmente?

Sim, eu sei que você tem mais algumas perguntinhas, então vamos lá: será que emagrece? O chá de Salsa pode ser tóxico?

Quais são suas propriedades? Tudo isso e muito mais você só saberá se me acompanhar. Vem comigo!

Salsa

A Salsa (Petroselinum crispum) é uma hortaliça pertencente à família Apiaceae.

Existem três tipos mais “famosos” de Salsa, sendo elas a Lisa (mais utilizada), Graúda Portuguesa e Crespa.

Entenda as diferenças de suas características abaixo:

Disponível em: <https://vamoscomermelhor.com.br/abc-das-hortalicas-salsa/>. Acesso em: 11 de novembro de 2020.

Também conhecida como Salsinha, essa hortaliça é nativa da região Mediterrânea Central, sendo naturalizada em toda Europa, onde é muito utilizada como condimento.

Os gregos utilizavam a Salsa para coroar vencedores dos jogos, para decoração de seus canteiros e em tratamentos medicinais.

Os romanos foram os primeiros a consumi-la como alimento, sendo servida em banquetes para evitar intoxicação alimentar. Particularmente, sou fã dessa hortaliça!

Utilizo em saladas, carnes, sopas e muito mais, por seus grandes benefícios que estão descritos no próximo tópico.

Em suas propriedades há antioxidantes (como a glutationa), óleos essenciais, flavonóides (como a luteolina), ação antibacteriana, diurética, anti-inflamatórias, fibras, folatos, vitaminas (A, C e K) e minerais (ferro, cobre, magnésio e fósforo).

Salsa FrescaUnidade4 g
Valor EnergéticoKcal1.44
Águag3.51
Proteínag0.119
Gorduras Totaisg0.032
Carboidratosg0.253
Fibra Alimentarg0.132
Sódiog2.24

*Os valores citados estão de acordo com o USDA

Benefícios

  • Auxilia na diminuição da hipercolesterolemia (patologia associada à obesidade, diabéticos e que leva à quadros de doenças cardíacas), pois a salsa possui uma propriedade hepatocardioprotetora que auxilia na diminuição do LDL (extrato de metanol). Ele também auxilia na perda de peso, por ter um efeito protetor contra a hiperlipidemia, além de melhorar a digestão: EL RABEY, AL-SEENI e AL-GHAMDI (2017);

Emagrece?

Como vimos, a Salsa possui potencial desintoxicante, diurético, digestivo, anti-inflamatório e combate a hipercolesterolemia e hiperlipidemia, por isso seu tem potencial emagrecedor.

Como sempre digo, não adianta só tomar o chá de Salsa, você precisa reeducar sua vida, praticando atividades físicas diariamente e se alimentando de maneira saudável.

mulher magra medindo a cintura com uma fita métrica.
Imagem de happyveganfit por Pixabay

Contraindicações

Por mais que estudos estejam sendo feitos sobre a efetividade do chá de Salsa na diabetes mellitus gestacional, ainda não há comprovação in vivo de sua eficácia.

Portanto, o chá de Salsa ainda é contraindicado para gestantes, lactantes e pessoas que possuem alguma doença nos rins (nefrose). 

Efeitos colaterais

Quando consumido em excesso, o chá de Salsa pode prejudicar a audição, causar problemas renais e vertigem. 

Receita

Chá de Salsa

Ingredientes:

  • Duas colheres de sopa de folhas de salsinha picadas;
  • 1 copo e ½ de água.

Modo de preparo:

  • Aqueça a água;
  • Quando a água estiver fervendo, acrescente as folhas de salsinha;
  • Tampe e deixe as folhas imersas por 15 minutos;
  • Coe, espere amornar e tome.
Xícara de porcelana com lindos  desenhos orientais.
Imagem de chezbeate por Pixabay

Conclusão

A Salsa é uma hortaliça utilizada na medicina e culinária há muitos séculos. Suas propriedades são maravilhosas e auxiliam na prevenção e tratamento de algumas doenças, principalmente quando associada aos remédios alopáticos.

Seu potencial diurético, anti-inflamatório, digestivo e antioxidante auxiliam no processo de emagrecimento.

Lembrando que é necessária uma mudança de vida para os começar a ver os resultados.

Espero que você tenha gostado deste artigo.

Até o próximo!

Fontes:

  1. https://fdc.nal.usda.gov/fdc-app.html#/food-details/1103365/nutrients 
  2. https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/?term=parsley+ 

Botanical Therapeutics: Phytochemical Screening and Biological Assessment of Chamomile, Parsley and Celery Extracts against A375 Human Melanoma and Dendritic Cells

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima