O que é Escitalopram?

Caixa e comprimido do remédio Escitalopram

O Escitalopram é um medicamento antidepressivo da classe dos inibidores seletivos de recaptação de serotonina.

Age modificando as concentrações de serotonina, um neurotransmissor, no cérebro.

Dessa forma, auxilia no tratamento da depressão e de outros transtornos psiquiátricos.

Conhecido por outro nome? Marca…

O medicamento referência contendo Escitalopram é o Lexapro, da Lundbeck.

Mas já existem outras marcas disponíveis nas farmácias, como o Espran, Reconter, Esc, além de apresentações genéricas, comercializadas com o nome do fármaco, Oxalato de escitalopram.

Pra que serve e quais os benefícios de Escitalopram?

O uso do Escitalopram está indicado para casos de depressão, síndrome do pânico, transtorno de ansiedade generalizada (TAG), transtorno de ansiedade social e transtorno obsessivo compulsivo (TOC).

Ele age melhorando o quadro de rebaixamento de humor e de ansiedade, principalmente quando associado a medidas não farmacológicas, como a terapia.

Escitalopram Emagrece?

Ele não leva diretamente ao emagrecimento, mas por agir nos transtornos que acabam gerando ganho de peso, como a ansiedade e alguns quadros depressivos, o Escitalopram pode sim ajudar a emagrecer.

Escitalopram Necessita de receita ou está proibido?

Para a compra, é necessária a receita (comum, branca) do Escitalopram, e a mesma é retida pela drogaria.

Escitalopram é autorizado pela Anvisa?

Sim, o uso e a comercialização do Escitalopram são autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária.

Como Tomar o Escitalopram?

Comprimidos brancos do remédio Escitalopram

A dosagem recomendada normalmente varia entre 5mg e 20mg ao dia, dependendo do quadro apresentado.

A dose para pessoas idosas e com problemas hepáticos devem ser reduzidas, não passando de 10mg por dia.

Deve ser tomado por via oral, sempre no mesmo horário (preferencialmente pela manhã), e não deve ser mastigado ou triturado.

Quando há desconforto gástrico a recomendação é tomar após a refeição.

Efeitos Colaterais e Riscos do Uso de Escitalopram

As reações indesejadas mais comuns causadas pelo Escitalopram são: Náusea, boca seca, alterações no sono (insônia ou sonolência), ejaculação precoce e diminuição da libido.

Há o risco de aparecimento, ou aumento de frequência, de pensamentos suicidas, principalmente em pessoas mais jovens, como adolescentes e crianças.

Nesses casos deve-se tomar cuidado e ter uma vigilância mais intensiva, em especial no início do tratamento.

Contra indicações de Escitalopram

O Escitalopram é contraindicado em caso de alergia ao medicamento ou a algum dos componentes da formulação.

Por ser eliminado no leite materno, seu uso também está contraindicado durante a amamentação.

O uso durante a gravidez deve ser avaliado pelo médico.

Antes e depois do Escitalopram (há estudos clínicos?)

Os estudos clínicos demonstram os efeitos benéficos do Escitalopram tanto na melhora do quadro quanto na prevenção de recaídas.

Qual o preço médio do Escitalopram?

O preço do Escitalopram varia de acordo com a marca, podendo ser encontrado a partir de R$25,00.