Hortelã – Benefícios, como consumir e cuidados – Profissional Responde

Folhas de hortelã em um pote branco, sobre uma mesa branca.

            Oi pessoal, tudo bem? Neste artigo, vou abordar um pouco sobre a hortelã, aquela erva maravilhosa que, quando colocamos no suco de abacaxi, dá uma refrescância incrível!

Mas, será que ela realmente é boa e ajuda no processo de emagrecimento? Um estudo feito por RIBEIRO e colaboradores (2014) aponta que ela auxilia sim e muito mais, como em dores em geral, tosses, gripes e muito mais!.

Por muito tempo ela foi utilizada na medicina para aliviar os excessos alimentares, sendo excelente para o sistema gastrointestinal e um poderoso diurético.

Se você tem o objetivo de emagrecer, se livrar das dores inflamatórias e ter um bom funcionamento gastrointestinal, essa planta medicinal tem que fazer parte da sua rotina!

Quer saber mais sobre os benefícios, como preparar os chás de hortelã, todos os cuidados que precisa ter e muito mais? É só dar continuidade à leitura. Vamos lá?

Hortelã

            A hortelã é uma erva aromática que pode ser utilizada tanto na culinária quanto para fins medicinais. Seu gostinho se popularizou, tanto que confere o sabor de muitas balas, chicletes e até de medicamentos no mundo todo!

Além disso, a hortelã confere profundos efeitos em funções cognitivas, por isso seu óleo essencial é tão importante para a saúde.

Ela possui mais de 50 espécies conhecidas, que agem muito bem nos tratos gastrointestinal e respiratório. Suas propriedades possuem função antisséptica, anestésica, anti-inflamatória, antiespasmódica, antioxidante, anti-parasitária, antibacteriana, antifúngica, afrodisíaca e possui excelentes vitaminas (A, B2, B6, B9 C, E e K), óleos essenciais (mentol, mentona e limoneno), fibras e minerais (cálcio, ferro, magnésio, fósforo, potássio, sódio e zinco).

            Segundo a  Escola Paulista de Medicina (EPM – UNIFESP), 100 g de hortelã fresca contém:

HortelãUnidade100 g1 folha1 colher de sopa (11.40 g)
Águag85.550.269.75
Valor EnergéticoKcal4405
Proteínag3.290.010.38
Gorduras Totaisg0.7300.08
Carboidratos (por diferença)g8.410.030.96
Fibra Alimentarg6.800.8  

Não confunda hortelã com menta

Se você confunde a hortelã com a menta, tenho uma notícia: elas são plantas da mesma família (Lamiaceae) e do gênero Mentha, mas não são a mesma coisa. Para você não confundir mais, aí vai seu nome científico: Mentha sp. Outras curiosidades das diferenças entre a hortelã e menta são:

  • O cruzamento dos tipos de Menthas resulta em plantas que são visualmente parecidas, mas biologicamente diferentes, pois isso a menta mais famosa possui o nome científico de Mentha spicata e a hortelã é a Mentha piperita;
  • Quanto ao sabor, o da menta é mais suave e da hortelã é forte e ardido;
  • O uso da menta é para tempero e da hortelã como fitoterápico e para dar sabor à balas e pastas de dente, por exemplo;
  • A menta não tem pecíolo, ao contrário da hortelã;
  • Quanto às flores, a menta possui formato mais alongado e estreito e a hortelã possui flores mais dispostas, com formato mais largo de espiga;
  • As folhas da menta são mais largas, enquanto as da hortelã são mais pontiagudas, compridas e estreitas.

Benefícios do chá de horatelã

           

O chá de hortelã é um excelente combatedor das náuseas e é utilizado em seu tratamento. Além do seu frescor e sabor gostoso, as propriedades terapêuticas do chá dessa erva são grandes aliados da saúde. Por ser rica em antioxidantes, a hortelã protege as células do nosso corpo contra o envelhecimento precoce e contra doenças ou danos causados pelos radicais livres. Além disso, um chá de hortelã pouco tempo antes de dormir, auxilia em uma noite de sono mais tranquila e profunda, especialmente quando combinado com outras ervas calmantes como a camomila ou lavanda.
Este chá é incrível para quem tem problemas de digestão! Há até trabalhos publicados pelo Ministério da Saúde indicando seus benefícios e propriedades curativas. Como é antiespasmódica, o chá de hortelã auxilia nos espasmos do intestino e estômago, inclusive quando se trata da Síndrome do Intestino Irritável e problemas de gastrite, combatendo o inchaço e flatulências. Graças às propriedades espasmódicas que agem sobre o estômago, o chá de hortelã consegue controlar e amenizar problemas como náuseas e vômito. Para isso, basta beber até duas xícaras de chá por dia. Veja outros benefícios do chá de hortelã:

  • Melhora a digestão, pois relaxa os músculos do estômago e melhora o fluxo da bile. Com isso, as gorduras são mais facilmente digeridas e transformadas em energia, auxiliando também no emagrecimento e diminuição do colesterol;
  • Alivia a Síndrome do Cólon Irritado, pois diminui os sintomas como diarréia, inchaço, dor e gases;
  • É ótima para o sistema respiratório, pois ajuda a abrir as vias aéreas, principalmente em caso de gripes, asma, bronquite, entre outros. Nestes casos, ela pode ser inalada;
  • Alivia os sintomas de gripes e resfriados, pois é um eficiente descongestionante;
  • Alivia irritações de pele e alergias, pois tem efeito calmante e refrescante;
  • É uma erva excelente contra inflamações e dores de cabeça, musculares e estomacais;
  • Melhora a saúde bucal, não é a toa que muitos produtos de higiene bucal têm aquele gostinho refrescante e possuem hortelã em sua composição;
  • Alivia as náuseas, melhora a memória e auxilia na prevenção contra o câncer.
  • Melhora de alergias sazonais, como nos casos da rinite, pois a hortelã-pimenta possui ácido rosmarínico em sua composição e está relacionado à melhora de sintomas como coriza, coceira nos olhos e asma;
  • Melhora da disposição, pois diminui a incidência de sonolência diurna, auxiliando na concentração;
  • É um excelente diurético, sendo muito bom para quem sofre de problemas renais e retenção de líquido;
  • Como é vasodilatadora, a hortelã auxilia no alívio de dores e relaxamento muscular;
  • Alivia a cólica menstrual, por seu efeito antiespasmódico;
  • Possui profundos efeitos sobre as funções cognitivas do corpo, auxiliando na melhora do raciocínio, atenção, memória, entre outros.
Homem medindo a circunferência da sua barriga com uma fita métrica.
Imagem de Michal Jarmoluk por Pixabay

Emagrece?

            Como vimos no tópico anterior, a hortelã auxilia no processo de emagrecimento, pois melhora o fluxo da bile.

Além disso, a hortelã tem propriedades calmantes e ansiolíticas, diminuindo assim o estresse passado no dia a dia. Vocês já devem saber que, quando estamos estressados, produzimos muito cortisol, que é mais conhecido como “hormônio do estresse”.

Quando ele está aumentado, prejudica o metabolismo do organismo e a queima de gorduras e é aí que a hortelã age, diminuindo a produção do mesmo e te deixando mais calma.

Essa erva é uma ótima estimuladora, auxiliando aqueles que possuem fadiga excessiva a conseguir praticar exercícios e fazer as tarefas diárias, pois deixa o cérebro funcionando em alta intensidade.

Ela também faz com que os movimentos peristálticos (intestino e estômago) sejam mais saudáveis, prevenindo a indigestão, o inchaço e a produção excessiva de gases. Por conter grandes quantidades de fibras, ela auxilia no processo de emagrecimento e mantém o corpo funcionando.

Por último, ela é um excelente diurético. Vocês sabem que, quando o corpo está inchado por causa da retenção de líquido, nosso peso aumenta, correto? Portanto, você pode utilizar a hortelã como uma aliada em seu processo de emagrecimento.

Ela com certeza irá ajudar! Mas lembre-se: você emagrece quando há a junção de uma alimentação mais saudável e a prática de exercícios. Se não houver isso em sua rotina, de nada adianta tomar um monte de chá de hortelã não, viu?!

Como tomar o chá de hortelã?

Como vimos, o chá de hortelã é muito benéfico à saúde e pode ser utilizado para um monte de situações diferentes. Sua ingestão depende do problema que o indivíduo quer combater. Por exemplo, caso o mesmo tenha problemas de digestão, ele pode tomar uma xícara do chá após as principais refeições. Para ajudar a acalmar, pode-se ingerir um litro do chá durante o dia (não todo de uma vez) durante três semanas. Para quem tem problemas de insônia ou não consegue ter uma noite de sono tão boa, pode tomar o chá de hortelã antes de dormir. Indivíduos que possuem problemas de náuseas e enjoos, podem se beneficiar do chá de duas xícaras e chá ao dia. Ademais, entre em contato com seu médico ou nutricionista e se informe dos melhores horários e momentos para se beneficiar do chá de hortelã.

Receitas de chás de hortelã

Eu amo uma receitinha de chá de hortelã e faço muito em casa. Ela me auxilia quando tenho dores da fibromialgia ou estou gripada, por exemplo. Pegue papel e caneta ou prepare o print do celular para preparar o chá de hortelã aí em sua casa!

Ingredientes:

  • Uma xícara de chá de hortelã;
  • 500 mL de água.

Modo de preparo:

  • Lave as folhas de hortelã;
  • Aqueça a água e, quando ela começar a levantar fervura, adicione as folhinhas de hortelã;
  • Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe de repouso durante 10 minutos;
  • Coe o chá e sirva.

Sabemos que você vai querer tomar bastante chá de hortelã para emagrecer, quem nunca fez isso que atire a primeira pedra! A dica que dou é: vá com CALMA! Você viu que essa planta, quando ingerida em grandes quantidades, pode ser tóxica. Caso você tenha problemas no fígado ou renais, proponho que consuma outro tipo de chá para auxiliar em seu processo de emagrecimento. Não é necessário fazer e tomar mais do que os 500 mL de chá por dia (você pode beber durante o dia, sem problemas, não precisa consumir tudo de uma vez).

Caso esteja muito calor, você pode esperar esfriar e tomar. Se você não gosta de tomar chá sem aquele gostinho doce, pode colocar uma colher de chá de mel para adoçar, nada de açúcar! Se quiser potencializar o efeito do chá, pode adicionar gengibre e limão. Vou escrever a receita abaixo:

Chá de hortelã com gengibre e limão

Ingredientes:

  • Uma xícara de chá de folhas de hortelã frescas;
  • 500 mL de água;
  • Suco de ½ limão;
  • Uma colher de chá de gengibre ralado.

Modo de preparo:

  • Lave bem as folhas de hortelã, limão e gengibre;
  • Rale o gengibre;
  • Aqueça a água e, quando ela começar a levantar fervura, adicione as folhinhas de hortelã e gengibre;
  • Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe de repouso durante cinco a 10 minutos;
  • Coe o chá e misture com o suco de um limão;
  • Sirva.

Chá de hortelã com gengibre e canela para emagrecer

Ingredientes:

  • 6  folhas de hortelã frescas;
  • 180 mL de água;
  • 1 cm de gengibre;
  • 1 pau de canela.

Modo de preparo:

  • Lave bem as folhas de hortelã e o gengibre;
  • Aqueça a água e, quando ela começar a levantar fervura, adicione as folhinhas de hortelã, pau de canela e gengibre;
  • Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe de repouso durante cinco a 10 minutos;
  • Coe o chá e sirva.

Chá de hortelã para gripe e resfriado

Ingredientes:

  • 6  folhas de hortelã-da-folha-grossa
  • 150 mL de água.

Modo de preparo:

  • Lave bem as folhas de hortelã
  • Aqueça a água e, quando ela começar a levantar fervura, adicione as folhinhas de hortelã;;
  • Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe de repouso durante cinco a 10 minutos;
  • Coe o chá e sirva.

Chá de hortelã para dor de estômago e insônia

Ingredientes:

  • 1 colher de chá de folhas de hortelã frescas ou secas;
  • 1 colher de chá de raiz de alcaçuz esmagada;
  • ½  colher de chá de flores de camomila.

Modo de preparo:

  • Lave bem as folhas de hortelã, alcaçuz e camomila;
  • Aqueça a água e, quando ela começar a levantar fervura, adicione as folhinhas de hortelã, alcaçuz e camomila;
  • Desligue o fogo, tampe o recipiente e deixe de repouso durante cinco a 10 minutos;
  • Coe o chá e sirva.

Outras receitas com hortelã

Se você está achando que a hortelã só pode ser aproveitada em forma de chá para tratamentos de patologias e emagrecimento, está enganada (o)!  Veja outras receitas muito bacanas abaixo:

Suco verde com hortelã

Ingredientes:

  • 1 fatia de abacaxi;
  • 2 de folhas de couve;
  • 1 pedaço de 1cm gengibre;
  • 1 colher de sopa de mel;
  • ¼  xícara de folhas de hortelã;
  • 1 xícara de água gelada.

Modo de preparo:

  • Lave muito bem todos os ingredientes;
  • Corte o abacaxi em cubos;
  • Descasque o gengibre;
  • Remova os talos da Couve;
  • Misture todos os ingredientes no liquidificador;
  • Bata todos;
  • Coe e sirva o suco geladinho.

Suco detox vermelho com hortelã para desinchar

Ingredientes:

  • 500 mL de água de coco gelada (se não tiver água de coco, faça com um litro de água filtrada gelada);
  • 3 rodelas de abacaxi;
  • 1 folha grande de couve;
  • Hortelã a gosto;
  • 1 beterraba pequena sem casca;

Modo de preparo:

  • Lave muito bem todos os ingredientes;
  • Corte o abacaxi e a beterraba em cubos;
  • Remova os talos da Couve;
  • Misture todos os ingredientes no liquidificador;
  • Passe pelo coador, se quiser, mas irá perder as fibras;
  • Sirva o suco geladinho.

Suco refrescante amarelo com hortelã 

Ingredientes:

  • 1 fatia de melão;
  • Suco de ½ limão;
  • 2 folhas de hortelã;
  • ¼ de xícara (chá) de água;
  • Cubos de gelo a gosto.

Modo de preparo:

  • Lave muito bem os ingredientes;
  • Descasque o melão. Não precisa jogar fora as sementes, pois há muitas fibras boas nelas;
  • Corte o melão em pedaços e junte com o suco de limão, gelo e folhas de hortelã no liquidificador;
  • Bata o conteúdo e sirva geladinho.

Suco de hortelã

Ingredientes:

  • 50 g de folhas de hortelã;
  • Mel a gosto;
  • 2 cubos de gelo.
  • 250 mL de água.

Modo de preparo:

  • Lave muito bem as folhas de hortelã;
  • Coloque todos os ingredientes no liquidificador e bata;
  • Sirva gelado.

Molho cremoso de hortelã

Ingredientes:

  • 2 maços de hortelã (somente as folhas);
  • 2 colheres de sopa de azeite;
  • 4 colheres de sopa de iogurte natural sem açúcar;
  • 2 dentes de alho picadinhos;
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

  • Lavar bem as folhas de hortelã e bater tudo no liquidificador ou mixer por poucos segundos.
  • Você pode servir este molho com aves, carneiro ou porco, fica uma delícia!

Molho de hortelã para salada

Ingredientes:

  • Meia xícara de chá de azeite de oliva (aproximadamente 100 mL);
  • 2 colheres de sopa de vinagre de maçã;
  • 1 e ½ xícara de chá de folhas de hortelã;
  • 1 e ½ colher de sopa de cebola ralada;
  • 3 colheres de sopa de de água (aproximadamente 45 mL);
  • Sal e pimenta a gosto.

Modo de preparo:

  • Lave muito bem todos os ingredientes;
  • Corte a cebola e hortelã;
  • No copo do liquidificador, coloque o azeite, vinagre, hortelã, cebola, água e pimenta;
  • Transfira para um pote de vidro, armazene na geladeira por até 3 dias ou até o momento de servir.

Mais utilizações da hortelã

Como escrevi acima, há outras utilizações da hortelã, como por exemplo em forma de óleo essencial, mas não é só isso! Você pode utilizar a hortelã para banhos e muito mais! Quer saber mais sobre isso? É só continuar acompanhando a leitura!

  1. Óleo essencial de hortelã-pimenta: este óleo essencial possui muitas propriedades maravilhosas. Pode ser utilizado para acalmar, para melhorar a saúde dos cabelos, combater infecções bacterianas e muito mais! Vem ver os benefícios:
  • Alivia dores musculares e de articulação: por ser um analgésico natural, pode ser aplicado topicamente para aliviar dores causadas pela fibromialgia e síndrome da dor miofascial. Pode ser aplicada no local, fazendo uma massagem no músculo dolorido e em banhos diários com óleos essenciais (pode ser utilizado em conjunto com duas colheres de sopa de Himalaya). Na aromaterapia para o tratamento da fibromialgia, misturado com óleos essenciais de eucalipto e etanol, a hortelã-pimenta auxilia no relaxamento dos músculos, aumento do desempenho cognitivo e redução da sensibilidade e dores de cabeça;
  • Desobstrui as vias nasais: seu óleo essencial pode auxiliar na desobstrução das vias nasais e aliviar as inflamações de garganta causadas por gripes, resfriados, bronquite, tosse, asma e sinusites. Você também pode fazer uma vaporização caseira misturando cinco gotas dos óleos essenciais de hortelã-pimenta e eucalipto com óleo de coco em uma bacia de água fervente, inalando o vapor da mesma;
  • Reduz a compulsão alimentar: quando inalamos o óleo essencial de hortelã-pimenta por meio da aromaterapia, há a diminuição da ansiedade e a sensação do aumento da saciedade. Você também pode aplicar algumas gotinhas do óleo nas têmporas ou no peito para auxiliar nestes casos;
  • Melhora o aspecto das madeixas: você pode adicionar até três gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta em seu shampoo ou condicionador. Isso estimulará seu couro cabeludo e energizará o mesmo para o crescimento saudável de seus cabelos. Caso você tenha problemas de caspa ou piolhos, use e abuse deste óleo, pois ele é antisséptico;
  • Problemas de concentração: borrife um pouco de óleo essencial de hortelã-pimenta em sua camiseta antes de estudar ou coloque uma gota do mesmo em sua língua ou abaixo do nariz para melhorar sua concentração;
  • Alívio de dermatites: aplique um pouco de óleo essencial de hortelã-pimenta misturado com óleo essencial de lavanda no local, para aliviar as coceiras, inflamações e eczemas;
  • Febre: este óleo essencial é um excelente tratamento natural para reduzir a febre em crianças. Para isso, basta misturar três gotinhas em uma colher de óleo de coco e aplicar no pescoço e solas dos pés das mesmas;
  • Tratamento da acne: como já vimos, a hortelã-pimenta possui propriedades antissépticas e antibacterianas, sendo um excelente remédio caseiro para a acne. Basta aplicar um pouco do óleo  essencial em sua pele, massageando a mesma;
  • Auxilia na melhora cognitiva: diminui casos de dores de cabeça e enxaqueca, possui efeito analgésico, aumenta a concentração, auxilia o raciocínio, memória, trata formação de conceitos e julgamentos, aumenta a atenção e auxilia na rápida resolução de problemas;
  • Alivia queimaduras solares: para isso basta misturar algumas gotinhas do óleo essencial com um pouco de óleo de coco e aplicar diretamente no local afetado. Com isso, há renovação celular, hidratação e alívio das dores causadas pelas queimaduras;
  • Melhora o enjoo, problemas intestinais, estomacais e bucais: basta fazer uma aromaterapia ou colocar um pouco do óleo essencial atrás das orelhas para melhorar o enjoo e as náuseas. Você pode adicionar uma gota do óleo essencial sob a língua e fazer um gargarejo com o mesmo para melhorar a saúde bucal. Por último, você pode colocar uma gota de óleo essencial de hortelã em seu chá ou refeição para melhorar a digestão.
  1. Banho de hortelã: a hortelã é uma planta que traz calma, paz e tranquilidade. Muitos acreditam que, ao tomar banho com ela, poderão combater os medos, inquietações e preocupações, deixando a mente mais livre para resolução de problemas. Os banhos de hortelã devem ser feitos quando você estiver cabisbaixo, sentindo-se esgotado e sem energia, tristeza e angústia. Com os banhos que vou ensinar, você sentirá bem-estar e mais vitalidade para alcançar seus objetivos:
  • Banho de hortelã e alecrim para energizar: você só precisa de 3 ramos de alecrim, 2 ramos de hortelã e 1 L de água. Coloque a água no forno e, após levantar fervura, desligue e coloque a hortelã e o alecrim, deixando descansar por 10 minutos e coe. Tome seu banho normalmente. Ao desligar o chuveiro, jogue a mistura da cabeça aos pés, mentalizando coisas boas;
  • Banho de hortelã com mel para desequilíbrios emocionais: pegue 14 folhas bem verdinhas de hortelã, uma colher de sopa de mel e dois litros de água. Ferva os dois litros de água com mel e mexa até dissolver. Desligue o fogo, acrescente as folhas de hortelã e deixe descansar por 10 minutos. Tome seu banho normalmente, jogue a mistura da cabeça aos pés enquanto faz suas preces, buscando a paz interior;
  • Banho de hortelã para problemas alérgicos e para relaxar: caso você tenha uma banheira em casa, pode tomar um banho com folhas de hortelã. Um bom banho morno com algumas folhas podem fazer a diferença quanto à saúde do seu corpo e mente;
  1. Chá de hortelã para engravidar: para quem tem problemas de fertilidade, a hortelã é uma grande auxiliadora. Abaixo, colocarei alguns exemplos:
  • Infelizmente, muitos casais passam por momentos de ansiedade e estresse quando tentam engravidar e acabam não conseguindo. Isso pode atrapalhar o psicológico e físico, portanto é importante realizar um tratamento natural com ervas calmantes – como a hortelã – para que os níveis de estresse não atrapalhem na concepção:
  • Caso a mulher tenha Síndrome do Ovário Policístico (SOP), o chá de hortelã pode auxiliá-la. Para quem não sabe, a SOP é uma das grandes causadoras da infertilidade, pois há o aumento do hormônio androgênico chamado testosterona, havendo crescimento de pêlos, aumento dos ovários e cistos dentro deles. O chá de hortelã promove efeitos antiandrogênicos, diminuindo os níveis de testosterona e o hirsutismo. 
  1. Hortelã para bebês: a hortelã é uma erva muito popular no meio infantil, principalmente para acalmar os bebês. Lembrando que as doses devem ser muito baixas, entre 30 – 60 mL. Atenção! Quando se trata da saúde, precisamos de orientação médica, ainda mais quando se trata de bebês e crianças! Outros benefícios são para a digestão do bebê e resfriados, sendo uma maneira muito natural de tratar os dois. Evite bebidas prontas, faça o chá da folha natural ou seca;
  2. Hortelã para febre: a hortelã possui um óleo essencial chamado mentol, que auxilia no combate de infecções e febre. O mentol arrefece o corpo por dentro enquanto o chá provoca a sudorese, fazendo com que o suor provoque a queda da febre e diminuição dos sintomas causados por ela. Como vimos, podemos utilizar o óleo essencial de hortelã-pimenta com um pouco de óleo de coco para melhorar a hipertermia, principalmente do público infantil. Junto com outras ervas, podemos fazer um chá gostoso e eficiente de hortelã. Basta colocar 15 g de folhas de hortelã, 70 g de flores de tília, 10 g de rainha-dos-prados e 5 g de laranja amarga em 150 mL de água fervente, deixando repousar por 10 minutos. Depois é só coar e beber várias vezes por dia. Outro chá muito interessante é o de hortelã com flor de sabugueiro. Basta colocar 2 colheres de chá de gengibre, 1 colher de chá de folhas de hortelã e 1 colher de chá de flor de sabugueiro seca em 250 mL de água fervente e deixar em infusão por 10 minutos. Depois é só coar e beber. Você pode tomar esse chá até quatro vezes por dia. 

Contraindicação

            Segundo a EMBRAPA (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), a hortelã é contraindicada para pessoas com cálculos biliares e sua essência não pode ser utilizada em bebês.

Ela também é contraindicada para grávidas, lactantes, anêmicos, crianças menores de dois anos e pessoas com hipersensibilidade à planta e hipersensibilidade à planta e seus óleos essenciais.

Sua contraindicação para grávidas se dá por causa da estimulação da contração uterina pela erva, podendo induzir abortos espontâneos, partos prematuros e até baixo peso do recém nascido. Outro fato é  que o chá de hortelã diminui a lactação (produção de leite), devendo ser evitado por grávidas e lactantes durante.

Efeitos colaterais

            A hortelã, caso seja utilizada em demasia ou em pessoas sensíveis, pode causar reações alérgicas e dermatites. Corroborando com isso, há um estudo da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado do Rio de Janeiro (FAPERJ)e de ZENI e de colaboradores (2017).

Outros efeitos colaterais são irritações nas mucosas do estômago, enjoo, vômito, azia e sensação de má digestão, tudo isso quando utilizada em demasia.

Receitas

Duas xícaras de chá natural.
Imagem de congerdesign por Pixabay

Conclusão

            A hortelã é uma ótima aliada no processo de emagrecimento, principalmente se fizer uso da mesma em conjunto com reeducação alimentar e prática de exercícios. Seu uso deve ser feito com parcimônia, pois, se ingerida em grandes quantidades, pode ser tóxica para o indivíduo.

Além de emagrecer, essa erva possui grandes propriedades anti-inflamatórias, antissépticas, antioxidantes, fibras e nutrientes que fazem bem ao nosso organismo. Grávidas e lactantes não podem fazer o uso do seu chá, mas o mesmo pode ser utilizado por casais inférteis que têm o sonho de engravidar. Por suas propriedades, o hortelã pode auxiliar na hipertermia, diminuindo os sintomas e a mesma, bem como problemas no estômago, digestivos, renais e até mesmo de cabelo! Espero que vocês tenham gostado do conteúdo. Até a próxima!

Fontes

  1. https://www.scielo.br/pdf/rbpm/v16n4/a18v16n4.pdf
  2. https://static.scielo.org/scielobooks/xf7vy/pdf/almeida-9788523212162.pdf
  3. https://www.scielo.br/pdf/rbpm/v18n2/1516-0572-rbpm-18-2-0547.pdf
  4. https://tabnut.dis.epm.br/index.php/alimento/02065/hortela-fresco
  5. https://repositorio.unesp.br/handle/11449/108581
  6. https://ainfo.cnptia.embrapa.br/digital/bitstream/item/100662/1/folder-hortela-pimenta.pdf
  7. https://www.scielosp.org/article/csc/2017.v22n8/2703-2712/

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Rolar para cima