Mazindol: Emagrece Mesmo? – 24 Perguntas Respondidas Por Uma Profissional

Aline Dias Machado Guimarães  Farmacêutica

A liberação do uso do Mazindol no Brasil sempre foi um tema polêmico que sempre dividiu opiniões entre instituições sérias.

De acordo com a ANVISA, o remédio traz riscos a pessoas com predisposições a doenças cardíacas e psiquiátricas, e que a perda de peso é limitida. Por essas mesmas razões, o remédio também foi proibido nos Estados Unidos e na Europa.

Por outro lado, as entidades como o Conselho Federal de Medicina (CFM), a Sociedade Brasileira de Endocrinologia e Metabologia (SBEM) e a Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade (Abeso) defendem a liberação do uso do medicamento no Brasil. Para as sociedades médicas, o medicamento pode ajudar pessoas obesas que não tenham contraindicações.

Mas o que é essa substância que provoca tantos debates? Como ela funciona? Quais os nomes comerciais desse remédio? Vamos descobrir isso e tantas outras dúvidas que surgem em nossas mentes quando se fala de Mazindol. Continue lendo e vamos aprender tudo agora!

O que é Mazindol?

O mazindol é um medicamento farmacêutico sintético criado com a intenção de inibir o apetite, o que significa que ele tem ação anorexígena.

Todos os medicamentos que possuíam mazindol em sua composição foram proibidos no Brasil em 2011 pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) devido aos seus riscos serem maiores que os seus benefícios principalmente em pessoas com histórico de doenças cardíacas e doenças psiquiátricas, e também porque no final do tratamento a perda de peso não era consistente.

O que é Mazindol Dimagrir?

O Dimagrir é um dos diversos nomes comerciais da substância mazindol, ou seja, é mais uma nomenclatura, uma marca.

O Dimagrir é uma opção para ser manipulada em farmácias de manipulação, porém as farmácias que fazem isso estão agindo ilegalmente no Brasil, mas pode-se encontrar farmácias fora do país que manipule, mas a qualidade não é garantida ou segura.

Mazindol é proibido?

O Mazindol foi proibido pela Anvisa em 2011 devido ao seu alto índice de efeitos colaterais negativos em pacientes com histórico de doenças cardiovasculares e com doenças psiquiátricas.

O uso foi suspenso devido aos estudos terem sido inconclusivos a respeito dos efeitos de emagrecimento do mazindol serem duradouros ou não, e houveram casos de pacientes chegarem a óbito ao utilizar a substância, portanto os riscos foram maiores do que os benefícios.

Quais os nomes comerciais do Mazindol?

A substância mazindol podia ser encontrada em vários medicamentos antes de ser proibida pela Anvisa, entre eles o Fagolipo, Dimagrir, Moderine e Absten S.

Dentre esses medicamentos, o mais conhecido era o Fagolipo e o Moderine, tendo sido os primeiros a serem proibidos pela Anvisa.

Para que serve?

O mazindol é um remédio que serve pra inibir o apetite, ou seja, ele tira a fome, tira a vontade de comer, e dessa forma ele causa a redução de peso por causar uma menor ingestão calórica.

Como funciona?

O mazindol age diretamento no sistema nervoso central inibindo os impulsos nervosos nos receptores neuronais da norepinefrina e da dopamina, que são responsáveis pela sensação de saciedade no nosso organismo, inibindo esses impulsos.

Ele é capaz de diminuir a ingestão de alimentos e dessa forma causar um déficit calórico e perda de peso.

Indicações (para quem é indicado?)

O Mazindol foi proibido no mercado brasileiro pela agência de vigilância sanitária devido ao seu alto risco, porém era indicado para pacientes em dietas de restrição calórica, para redução de peso, para quem está em reeducação alimentar e processo de exercícios físicos.

Como tomar? (Dosagem e Administração)

O mazindol devia ser tomado em doses espaçadas ao longo do dia, 1 comprimido pelo menos 1 hora antes das principais refeições, ou dois comprimidos juntos uma vez ao dia, ou conforme o médico havia indicado.

Mazindol emagrece?

O mazindol devido ao seu efeito anorexígeno, que faz a pessoa consumir menos alimentos e devido a ele aumentar a frequência cardíaca como efeito colateral, aumentava também o metabolismo basal, consumindo mais energia em repouso, então o medicamento causava perda de peso sim.

Quantos quilos é possível perder?

A quantidade de peso que se poderia perder com o uso do mazindol dependeria do usuário, se ele estivesse numa dieta de restrição calórica e fazendo atividade física, poderia perder bastante peso durante o uso do medicamento, mas não existem estudos conclusivos a respeito de um número em específico.

Que cuidados tomar antes de tomar remédios para emagrecer?

O mazindol possuía algumas restrições antes do seu uso ser proibido, dentre eles os principais eram que pacientes com doenças cardiovasculares ou com propensão a qualquer problema cardíaco ou cerebrovascular não deve usar o medicamento por ser altamente perigoso e prejudicial nesses casos.

Há Contraindicações?

O mazindol possui diversas contraindicações e esse foi um dos motivos pelos quais ele foi retirado do mercado brasileiro.

Dentre as contraindicações temos que ele não deve ser utilizado por pacientes hipertensos, pacientes com glaucoma de ângulo estreito, pacientes com arritmias cardíacas ou propensão a problemas cardíacos, pacientes em tratamento com qualquer medicamento inibidor da monoaminoxidase (IMAO), pacientes com úlceras, pacientes com insuficiência renal, hepática ou cardíaca.

Pacientes que estejam gestantes, que estejam amamentando, ou crianças menores de 12 anos. Pacientes com histórico psiquiátrico.

Há efeitos colaterais?

O mazindol foi proibido devido aos seus efeitos colaterais. Dentre os efeitos colaterais estão a hipertensão arterial pulmonar, que pode ter um resultado fatal.

Pode causar dependência química e síndrome de abstinência. Reações psicóticas, depressão, nervosismo, agitação, insônia e vertigem são reações muito comuns entre os usuários de mazindol.

Com muita frequência foi relatado taquicardia, palpitação, hipertensão e dor, com menor frequência foi relatado angina, infarto do miocárdio, insuficiência cardíacia congestiva e parada cardíaca.

Os efeitos mais frequentes e menos severos são a boca seca, constipação, hipertensão, nervosismo e insônia.

Farmacodinâmica (qual a ação do remédio no organismo?)

O mazindol atua no organismo como um estimulante do sistema nervoso central, onde atua estimulando o hipotálamo para diminuir o nível de apetite do paciente. O efeito anorexígeno se dá pelas alterações metabólicas da norepinefrina e da dopamina.

Quais os Riscos e benefícios?

O mazindol oferece mais riscos do que benefícios ao organismo e por esse exato motivo ele foi descontinuado pela Anvisa, dentre os riscos que ele oferece estão hipertensão arterial pulmonar, agitação, hipertensão, infarto, angina, boca seca e insônia.

O benefício é que ele inibe o apetite e acelera o metabolismo, ocasionando uma perda de peso rápida.

Overdose (quais os sintomas? qual o tratamento?)

Os casos de abuso do mazindol que levaram a uma overdose pelo paciente levaram a reações como insuficiência cardíaca congestiva, infarto, hipertensão arterial pulmonar e óbito.

Os tratamentos são paliativos, o paciente deve ser encaminhado imediatamente a um hospital e o médico deve ser informado que ele estava consumindo mazindol.

Mazindol é aprovado pela ANVISA?

O mazindol foi liberado pela Anvisa por um curto período de tempo até começar a apresentar efeitos colaterais demasiadamente perigosos, então foi retirado do mercado em 2011.

Quais as Precauções?

As precauções com mazindol são bem simples, pacientes com histórico de problemas cardiovasculares e com histórico de problemas cerebrovasculares não podem usar o medicamento.

Durante a utilização não se deve fazer atividades de risco ou operar máquinas pesadas e dirigir. Não se deve tomar o medicamento a noite. Pacientes com epilepsia devem evitar o consumo desse remédio.

Mazindol Bula (existe bula?)

O mazindol propriamente dito não possui bula por ser uma substância, os medicamentos que o continham em sua composição possuiam bula sim, que após serem proibidos no mercado passaram a ser difíceis de encontrar.

O medicamento Dimagrir que é produzido fora do Brasil possui bula, onde é explicado que é um medicamento anorexígeno, que tem efeitos colaterais que podem ser fatais como infarto e hipertensão arterial pulmonar.

Qual a fórmula do Mazindol?

O mazindol é o princípio ativo anorexígeno de medicamentos como o Dimagrir, o Fagolipo e o Moderine.

Precisa de receita para comprar?

O mazindol antes de ser proibido, para ser comercializado precisava de receita controlada de receituário azul do tipo B, que era retido na farmácia.

Onde comprar Mazindol?

Hoje em dia pode ser que se consiga comprar mazindol pela internet, mas sem garantias de ser um medicamento de origem segura e idônea, já que não é fabricado e comercializado legalmente no país.

Qual o preço de Mazindol?

O preço estimado do mazindol em farmácia de manipulação online é de R$70,00.

Mazindol antes e depois (há resultados de estudos clínicos?)

Os estudos clínicos que envolveram a substância mazindol chegaram a conclusão de que o medicamento apresentava muita instabilidade, tinha muitos riscos para os pacientes, mas que apesar dos riscos, ocasionava a perda de peso rapidamente, porém que ela não era mantida pelos pacientes.

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.