Vinagres são utilizados há séculos para fins domésticos e culinários.

Produzidos a partir de diferentes carboidratos incluindo cana, uvas, maçãs e outras frutas, é um ingrediente tradicional, facilmente encontrado ao redor do mundo e de baixo custo.

Atualmente o vinagre de maçã tem se tornado cada vez mais popular por alegações que atribuem benefícios a saúde com o seu uso e efeitos voltados para a perda de peso.

Nesse texto você conhecerá mais desse ingrediente e entenderá quais usos são mais indicados quando estamos falando de nutrição.

Como é feito o vinagre de maçã?

Jarra e copo de vidro com chá feito de vinagre de maça

O vinagre de maçã é um ingrediente preparado a partir do suco de maçã fermentado, onde bactérias e fermento transformam os açúcares da fruta em cidra de etanol e, em uma segunda etapa de fermentação, o etanol é transformado em ácido acético – conhecido popularmente pelo nome de vinagre.

O vinagre de maçã é antioxidante?

Os antioxidantes contribuem para combater o envelhecimento de nossas células e prevenir o desenvolvimento de doenças.

No processo de emagrecimento também podem ser úteis ao melhorar a resposta anti-inflamatória.

O vinagre de maçã possui em sua composição compostos considerados antioxidantes, como polifenóis e uma diversidade de ácidos.

Porém, as explicações para os mecanismos de ação e efeitos desses compostos do vinagre de maçã ainda são sugestões, não podendo ser feitas alegações em relação a saúde.

O vinagre de maçã auxilia a diabetes?

Entende-se por glicemia o “nível de açúcar” que circula em nosso sangue, e após uma refeição, ela costuma se elevar.

Em pessoas com diagnóstico de diabetes, a digestão e absorção do açúcar está prejudicado e a glicemia se mantém elevada de forma crônica, trazendo complicações de curto e longo prazo, representando riscos à saúde cardiovascular e qualidade de vida.

 O vinagre de maçã, assim como outros vinagres, parece ter efeitos sobre o metabolismo do açúcar no organismo.

Efeitos positivos sobre a hiperglicemia já foram observados com a uso de uma colher de sopa de vinagre de maçã diluído em água, bebido antes do almoço e do jantar.

As hipóteses apontadas para esse efeito incluem ação sobre a velocidade do esvaziamento gástrico, tornando-o mais lento, e melhora da sensibilidade à insulina, que é o hormônio que carrega a glicose para dentro das nossas células.

 Esses efeitos podem ser positivos ao auxiliar na prevenção e tratamento da diabetes, isto quando combinado a outras orientações e prescrições feitas pelo profissional de saúde que o acompanha, assim como pela sua nutricionista.

Vinagre de maçã emagrece?

Jarra e copo de vidro com chá feito de vinagre de maça

O vinagre de maçã e de outras frutas demonstram efeitos sobre a digestão e absorção dos açúcares, podendo ser benéfico na regulação da insulina e gorduras corporais.

Porém, sabe-se que o emagrecimento é resultado de um conjunto de hábitos saudáveis, incluindo alimentação e atividade física, que promovem um balanço energético negativo, isto é – gasta-se mais calorias do que se consome.

Por isso, não podemos fazer a alegação de que o vinagre de maçã leva ao emagrecimento.

Vinagre e redução do sódio

Molhos industrializados costumam apresentar um elevado teor de sódio, um nutriente que quando consumido em excesso está relacionado ao aumento da pressão arterial.

O excesso de sódio também pode levar à retensão hídrica, agravando sinais de inchaço.

Para temperar a comida e não abusar do sódio, recomenda-se o uso de temperos naturais como orégano, manjericão, alho, pimenta, alecrim, entre outros.

Nesse sentido, o vinagre também pode ser uma opção para temperar as preparações, auxiliando você a reduzir a adição de sal nas preparações e evitar os molhos industrializados.

Quais os riscos relacionados ao vinagre de maçã

Alguns estudos apontam para efeitos adversos com o uso do vinagre de maçã.

Sobre a saúde dental, o vinagre pode danificar o esmalte dos dentes e aumentar a hipersensibilidade quando consumido em quantidades muito maiores do que o recomendado.

Se você sofre com gastrite ou refluxo gastroesofágico também é preciso observar sinais e não abusar.

Ainda faltam informações em relação a riscos a longo prazo, o que também indica a necessidade de mais pesquisas sobre o uso seguro do vinagre de maçã.

Considerações finais

O vinagre é um ingrediente muito tradicional que chamou atenção por alegações que prometem emagrecimento.

Porém, não há evidências que sustentem a indicação de uso para esse fim.

Quanto a outros benefícios, o uso do vinagre como tempero culinário pode auxiliar na redução do consumo de outros ingredientes ricos em sódio, nutriente que quando consumido em excesso relaciona-se com aumento da pressão arterial, que leva ao maior risco de doenças cardiovasculares.

A ação antioxidante do vinagre de maçã se assemelha a de outros vinagres, pois a propriedade é relacionada ao ácido acético.

Os principais efeitos do vinagre de maçã para a saúde tem sido relacionados a melhora na resposta de absorção da glicose após refeições.

A hiperglicemia está associada ao maior risco de doenças crônicas não transmissíveis como diabetes mellitus e dislipidemias. A resposta sobre a glicemia é modesta e precisa ser melhor investigada.

Em conclusão, a adição de vinagre a uma refeição como almoço ou jantar pode melhorar a digestão e absorção de glicose, podendo auxiliar modestamente na prevenção e tratamento de complicações de saúde como a diabetes.

Mas se o objetivo é emagrecimento, a recomendação segue sendo adoção de uma alimentação saudável e equilibrada, prática de atividade física e adoção de demais hábitos saudáveis.

Referências:

Launholt TL, Kristiansen CB, Hjorth P. Safety and side effects of apple vinegar intake and its effect on metabolic parameters and body weight: a systematic review. Eur J Nutr. 2020;59(6):2273-2289. doi:10.1007/s00394-020-02214-3

Johnston, C. S., & Buller, A. J. (2005). Vinegar and peanut products as complementary foods to reduce postprandial glycemia. Journal of the American Dietetic Association, 105(12), 1939-1942.